sábado, 28 de maio de 2011

Poodles




Eles fazem parte da nossa galeria de personagens caninas que transitam pelo nosso blog. Hoje, um pouco separados de seus donos, nos brindarão com um pouco de cultura sobre a raça e origem.

Poodle ou Canicheé é uma raça de cães de companhia e estimação. É considerada a segunda raça mais inteligente, vindo logo após o border collie e antes do pastor alemão. Em espanhol é chamado de perro de Lana (literalmente “cão de lã”).

Os poodles são retrivers, ou seja, cães que capturam a presa e a levam até o caçador. Acredita-se que o poodle tenha sua origem na Alemanha, onde é conhecido como pudel. A palavra inglesa “poodle” vem do baixo alemão pudel ou piddln, com o significado de chapinhar a água. A raça foi padronizada na França, onde é freqüentemente utilizada como retriver de água.

Acredita-se que o corte tradicional de pêlos em forma de bracelete nas pernas era usado antigamente nas caçadas na neve, onde a maioria do pêlo era tosado baixo para facilitar a natação do cão, mas as juntas, pulmões, coração e rins eram mantidas com o pêlo alto para protegê-los do frio. O pompom no fim do rabo servia como uma “bandeira” para ser avistado pelos donos enquanto o poodle mergulhava fundo na água.

As raças relacionadas são o Cão de água Português e o Cão D’ Água Irlandês

Temperamento. São inteligentes, brincalhões, bons nadadores e caçadores, têm temperamento dócil com seus donos e para com as pessoas com quem estão familiarizados, além de procurarem a companhia de pessoa a quem estejam mais afeiçoados. Por serem tão inteligentes podem se entediar facilmente, e são bastante criativos em achar travessuras.

São cães extremamente orientados às pessoas e, conseqüentemente, zelosos a elas. São excelentes cães de guarda, e diferentemente de algumas raças de trabalho, normalmente não ficam a uma pessoa só da família. Os Poodles de tamanho gigante e médio tendem a ser dóceis com crianças. Não requerem muito exercício como outros cães de caça, mas são ágeis, mesmo assim apreciam grandes quantidades de exercício. São cães que demonstram grande afetividade em relação aos donos.

Saude. Como qualquer cão de raça pura, alguns pontos em relação à sua saúde devem ser observados pelos donos e criadores, Apesar de serem normalmente saudáveis ,cães mais velhos (não é raro ver um poodle toy com mais de 16 anos) podem estar predispostos a certos problemas de saúde. Sempre consulte um veterinário antes de tratar doenças por conta própria. Problemas de saúde freqüentes em poodles toy:catarata, entropia, epilepsia , degeneração do disco intervertebral, atresia dos dutos lacrimais, síndrome de Legg-Calve-Perthes, luxação na rótula, atrofia progressiva da retina, trichiasis, e urolithiasis. Já os de tamanho médio ou gigantes podem apresentar:Doença de Addison, catarata, displasia da bacia, distichiálise, entropia, eplepisia, torção gástrica, persistência do duto arterioso, adenosite sebácea e doença de Von Willebrand. A alergia é comum a todos os tamanhos da raça, podem ser facilmente resolvidas com um simples exame de sangue.

O coração aumentado é comum, mas na traz nenhuma conseqüência ou limitação a vidado animal.

Todos os poodles têm predisposição a desenvolver tumores na mama. Se o dono não planeja cruzar sua fêmea deve considerar castrar o poodle antes do primeiro cio. Isto reduz drasticamente as chances do aparecimento destes tumores...

Características físicas

Tosa característica dos poodles.

Possui cores variáveis, focinho retangular, orelhas pendentes e pelagem crespa e macia. Seus olhos têm coloração marrom, âmbar escuro ou preta, dependendo da pelagem, o tamanho da raça, de acordo com o FCI, pode ser:
Gigante (ou grande), variando de 45a 65 cm de altura na cernelha
Tamanho médio, que varia de 35 a 45 cm na cernelha
Tamanho miniatura (mini ou anão) entre 28 a 35 cm de altura na cernelha,
Toy, cujo cão mede no máximo 28 cm de altura na cernelha
Micro Toy, são menores que 25 cm na altura da cernelha.
O peso

Seu peso pode variar de 22 kg o grande, 12 kg o médio, 7 kg o anão e menos de 07 kg o miniatura. Sua pelagem pode ser branca, preta marrom, cinza e abricot. Seu pêlo deve ser espesso, uniforme e de textura fina. De comprimento igualado devê ter 20cm aproximadamente.

Pêlo

As cores dos poodles variam entre, preto, branco, marrom, (ou chocolate), cinza e abricot.Cães com cores parciais (mescladas) existem mas não são aceitos em exibições oficiais.

O pêlo do corpo dos animais é naturalmente encaracolado o pêlo das orelhas pode ser reto ou um pouco encaracolados. Com escovação o pêlo do cão continua ondulado ou em caracolado, porém fica mais macio.

Existem vários modelos de toza para os poodles. Para apresentações em competições, existem apenas três tipos aceitos: o corte de filhote (para cães com até um ano de idade).O “ corte Continental”ou “corte de Leão”( com sua reconhecível juba) e a “toza inglesa de sela”( com braceletes nas pernas ). Sem toza regular, o cão fica com o pêlo “Trançado”( semelhante à dreadlocks), assim como são os cães da raça Puli.

Poodle de pêlo trançado

Poodle de pêlo trançado é o poodle cujo pêlo foi deixado crescer livremente, sem que fosse feita toza, ficando com a aparência de tranças ou cordões ( em inglês chama-se Corded Poodle, literalmente poodle “atado com corda”).

Alguns poodles têm pêlos que naturalmente se amarram, outros requerem que alguém trance seus pêlos, mas virtualmente todos os poodles são capazes de ter o pêlo trançado desde que seu pêlo adulto já tenha se estabelecido. Uma vez feitas , as tranças não podem ser desfeitas, sendo necessário a toza total para que o pêlo cresça normal,

Os historiadores acreditam que os primeiros cães desta raça eram trançados, porem, pela dificuldade inerente á manutenção deste tipo de pelagem, começaram a ser preferidos os de pêlo lanoso.

É sempre importante fazer a toza do pêlo dos animais de pêlo longo, independente da raça, pois fortifica o pêlo e diminui a queda, além de deixar o pêlo em boas condições.
Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre
































 









Um comentário:

  1. Elaine RAmso - PLANETA PET8 de junho de 2011 09:25

    Olá, encontramos um cão (mestiço poodle) que estava perdido na rua Mateus Leme, ontem, no final da tarde... ele quase foi atropelado, estava atordoado, todo molhado de tomar chuva e, tremendo de frio... Agora estamos cuidando dele aqui no pet... Se puder divulgar, temos a foto dele, encaminho para postar no blog...
    é um macho, preto, castrado e parece ser bem adestrado.. super dócil..
    meu contato 413015-8501 ou ramos.elaine@globo.com, obrigada!

    ResponderExcluir